Ajuda Windows RT

Como faço para bloquear ou denunciar um contato no Skype para Windows RT?

É possível bloquear um contato para impedir que liguem ou vejam você quando está online. No Skype para Windows RT você pode bloquear um contato e/ou uma solicitação de contato existentes.

Você também pode optar por denunciar como spam para nos informar sobre remetentes de spam para que possamos impedi-los em fases inicias da sua atividade.

Bloquear um contato existente

Para bloquear um contato existente:

  1. Inicie o Skype.
  2. Encontre o contato que deseja bloquear; basta digitar o nome e pressionar Enter.
  3. Toque ou clique no contacto para abrir um ecrã de conversa.
  4. Faça o gesto de percorrer de baixo para cima no ecrã ou clique com o botão direito do rato para abrir o menu de opções.
  5. Selecione bloquear e, em seguida, confirme selecionando bloquear novamente. Ou, você pode assinalar as caixas próximas a remover dos contatos e denunciar como spam.

    Janela Bloquear contato com as opções Remover dos contatos e Denunciar como spam apresentada após selecionar o botão bloquear

Bloquear um pedido de contato

  1. Inicie o Skype.
  2. Em recentes, abra a solicitação de contacto.

    Solicitação de contato exibida em recentes
  3. No ecrã de conversa que surge, selecione recusar. Em alternativa, pode assinalar as caixas perto de bloquear e denunciar como spam na janela pendente.
  4. Para confirmar, selecione recusar novamente.

    Janela recusar solicitação de contato com as opções bloquear, denunciar como spam e recusar

O artigo foi útil?

Sim Não

Informe-nos o motivo pelo não foi possível ajudá-lo nesta ocasião

Importante : Não insira nenhuma informação pessoal (como seu Nome Skype, endereço de e-mail, conta da Microsoft, senha, nome real ou número de telefone) no campo acima.

Pergunte à comunidade

Veja o que as pessoas estão dizendo sobre "Segurança e contas bloqueadas" na Comunidade Skype.

Participe da conversa

Ainda precisa de ajuda? Nossa equipe de suporte está pronta para ajudar. Faça uma pergunta agora